Uma seleção de passeios para quem viaja à Nova York pela primeira vez

Separamos os principais lugares para quem terá sua primeira experiência na Big Apple. Uma mistura de cultura, natureza, compras, arquitetura e muito mais.

Ponte do Brooklyn
Foto: Camila Castanheira

Conhecer cidades sempre foi uma grande paixão. Gosto do movimento que as metrópoles trazem e a maneira particular como cada uma se desenvolve, sempre nos ensinam muito. Quando viajo, costumo colocar uma cidade grande no roteiro para dar um ar mais urbano e balancear com a energia diferente das cidades pequenas, e a escolha desta última grande viagem foi nada mais nada menos que Nova York.

Quando decidi visitar a Big Apple e comecei a planejar a viagem, percebi que seria quase impossível conhecer todos os lugares que eu realmente gostaria em apenas cinco dias (inteiros) e pesquisei muito para chegar a uma decisão final. Selecionei desde lugares voltados à cultura, até lugares para sentar e não fazer nada. Neste roteiro, tentei mesclar oportunidades para otimizar e enriquecer a viagem de quem visita Nova York pela primeira vez.

Vem comigo para Nova York!

Brooklyn Heights
Foto: Camila Castanheira

Atrações

A primeira coisa que fiz quando cheguei à cidade foi adquirir o passe turístico CityPASS Nova York. Antes de comprar qualquer passe turístico, eu avalio a questão: transporte x Entradas. Se o transporte está incluso e as entradas das atrações são integrais, eu faço a adesão. Caso tenha somente descontos, tento avaliar mais critérios.

No caso da Big Apple, como a maioria dos passeios que eu queria fazer estavam inclusos no CityPass, e as entradas são integrais (não é apenas desconto), a redução de custo chegou a mais de 40%, muiiitaaaaaa diferença pro nosso bolso. Além disso,o transporte público, muito efetivo por sinal, está incluso e, em várias atrações, ou você não pega fila ou espera em uma fila específica para quem tem o passe (sempre é bem menor que a normal). Abaixo, relacionei para vocês primeiro os passeios com o CityPass incluso e depois os que não estão.

Foto: Camila Castanheira

TOP OF ROCK

Localizado no topo do edifício GE Building, no Rockfeller Center, o Top of Rock foi o observatório com a paisagem mais espetacular que conheci na cidade. Situado acima de setenta andares, o Top Of Rock te proporciona uma visão de 360 graus da cidade de Nova York em três andares panorâmicos.

Indico fazer este passeio de preferência no final do dia quando o sol estiver começando a se pôr e planeje ficar por lá no mínimo uma hora e meia. Antes ou depois de terminar o tour, aproveite para conhecer o subsolo do prédio GE que, além de muito bonito, tem vários restaurantes e lojas para visitar.

Vista de Nova York do Top of Rock
Foto: Camila Castanheira

Empire State Bilding

Outro arranha céu incrível em NY, o Empire State Building é a atração turística mais conhecida do mundo e um dos prédios mais bonitos da Big Apple. Localizado na Quinta Avenida, no coração de Midtown, este ícone nova iorquino possui 102 andares e dois observatórios, um no 86° andar e outro no 102°. A entrada pelo CityPass tem um diferencial grandioso, pois além de poder fazer o passeio durante o dia, você também pode conhecer o Empire State durante a noite – são duas entradas permitidas!

Quando fui durante o dia, estava nublado e não consegui aproveitar muita coisa, mas durante a noite a vista é muito, MUITO, muiiittooo linda. A entrada inclui também um tour em uma exposição fixa que fala sobre sustentabilidade chamada ‘Ouse Sonhar’.

Porém, caso você não compre o CityPass e queira visitar somente um arranha céu, sugiro escolher o Top of Rock, pois a paisagem é bem mais limpa e não há grades como no Empire State. Contudo, acredito que por toda a história do Empire State, vale muito a visita também. Logo, indico conhecer os dois, visitando o TOP OF ROCK durante o dia e o Empire State à noite.

Interior do Empire State
Foto: Camila Castanheira

Cruzeiro pelo Rio Hudson

Entre fazer o cruzeiro no Rio Hudson e visitar a estátua da Liberdade, aproveitei bem mais o cruzeiro. A estátua é linda, mas super pequena, não achei nada demais. Já no cruzeiro a visão é muito ampla e você consegue ver a cidade entre ângulos diferentes e passar bem pertinho da estátua. Sente do lado de fora do barco e aprecie sem moderação. Ah, e faça o passeio se o tempo estiver aberto, pois com chuva e nuvem o tour perde toda a graciosidade.

Vista do cruzeiro
Foto: Camila Castanheira

MET – Metropolitam Museu

Este lugar é o meu museu preferido em Nova York. O acervo de artes do MET é um dos mais ricos e fantásticos do mundo. Aqui, você aprecia e aprende com arte africana, egípcia, grega, européia, oriental e de muitas outras partes do mundo. Assim como no Louvre, não indico conhecer o museu todo em um dia. Escolha uma das sessões para explorar e, se quiser, inclua no seu tour uma visita guiada, pois eles oferecem várias durante o dia, totalmente free.

MET – Como é carinhosamente chamado em NY Foto: Camila Castanheira

Museu Americano de História Natural

Este incrível museu é uma das atrações mais dinâmicas de NY. Aqui é possível explorar o corpo humano, o mundo animal, diversas espécies da terra, do mar e, também, entender sobre o universo de uma maneira muito próxima e interativa. Conheça o Titanosaur, um dos maiores dinossauros já descobertos na História, admire a grandiosa baleia azul de 94 pés de comprimento e não perca de forma alguma o o Hayden Planetarium Space Show Dark Universe, um dos shows sobre o universo mais completos que já assisti. O museu Americano de História Natural é um passeio recomendado para toda a família!

Memorial & Museu 11 de Setembro

Eu confesso que estava receosa para este passeio, mas no final foi um dos que mais gostei em termos de contexto histórico. A entrada está inclusa no CityPass, mas, depois que entrei, decidi fazer um passeio guiado (custo extra) para entender melhor a estrutura do que estava sendo mostrado. O museu está muito bem montado e detalhado. Lá você pode ver desde o caminhão de bombeiros que socorreram as vítimas, até partes do elevador das antigas torres do World Trade Center. Um momento muito marcante é quando vemos a viga de concreto, toda pintada com homenagens, que ficou em pé depois que uma das torres caíram. É emocionante.

Foto: Camila Castanheira

Outros passeios não inclusos no City Pass

Observatório One World Trade Center

Este prédio, até hoje, foi o mais moderno que já visitei na vida. Ele é impressionante desde o momento em que você entra até quando sai. Para chegar ao observatório no 102° andar, toma-se o elevador Sky POD que, em apenas sessenta segundos, sobe quinhentos metros de altura. Durante este tempo são passadas cenas da cidade Nova York em telas de LED. Parece que você está dentro de uma cápsula voadora!

A vista do observatório também impressiona. Como o prédio está do ladinho da ponte do Brooklyn e do Rio Hudson, a paisagem é lindíssima e diferente da dos outros arranha-céus do centro da cidade.

One World Trade Center – Um dos prédios mais altos do mundo
Foto: Camila Castanheira

MoMA – Museu de Arte Moderna

Nova York arrasa em atrações ligadas a arte e, com o MoMA, não poderia ser diferente. Este é um do museus de arte moderna e contemporânea mais completos do mundo. Aqui você encontra obras de Matisse, Picasso, Dalí, Duchamp, e muitos outros artistas que fizeram história no mundo da arte. Prepare-se para ficar por aqui em média uma hora e meia, e caso queira, na entrada do MoMA há o áudio guia em Português.

Central Park

Uma das principais atrações turísticas de Nova York, e um dos lugares mais amados pelos locais, o Central Park é um imenso espaço natural no meio da grande Manhattan. Aqui você encontra uma enorme variedade de atrações e atividades para fazer como o Zoológico, Castelo Belvedere, cachoeiras escondidas, restaurantes, e durante o inverno, há duas pistas de patinação no gelo a Wollman Rink (recreativa) e Lasker Rink. Explorei bastante o parque a pé, mas você também pode alugar bikes, barcos, pedicabs e até mesmo fazer passeios a cavalo.

Apesar de estar lindo e cheio de vida durante a primavera, quero muito voltar ao Central Park durante o outono. Imagino que seja indescritivelmente poético!

Lincoln Center

Este é um dos meus lugares preferidos em NY. É o maior complexo de arte performática dos Estados Unidos. Abriga a Metropolitan Opera, o New York City Ópera e Ballet, a New York Philarmonic, a Julliard School e outros projetos artísticos encantadores. Aqui eu realizei um sonho e assisti ao Ballet da cidade em um espetáculo contemporâneo magnífico.

Se tiver interesse em assistir aos espetáculos, sugiro comprar os tickets com bastante antecedência, pois esgotam rapidinho. Vale cada centavo investido!

Broadway

Assistir uma peça neste centro de artes de Nova York é algo mais que encantador. Apesar de caro, ter esta experiência é se sentir definitivamente na Big Apple. Recomendo assistir pelo menos uma peça e comprar os ingressos para os musicais pela internet antes da viagem. Se deixar para última hora, em plena Times Square, o quiosque da TKTS vende ingressos que sobraram para apresentações no mesmo dia com até 50% de desconto. Mesmo assim, não aconselho deixar para comprar lá, caso tudo dê errado, as filas são ridiculamente grandes e os preços astronômicos. Poupe tempo, dinheiro e estresse.

Brooklyn

Um dos bairros mais autênticos de NY, o Brooklyn me encantou com seus cafés charmosinhos e arte de rua super original. Atravesse a ponte e siga andando até a Montague Street e termine o passeio em Brooklyn Heights, às margens do Rio Hudson, vislumbrando Manhattan inteirinha. Separe um dia inteiro para desbravar o Brooklyn e, caso seu tempo esteja curto, dedique pelo menos meio período para andar pelo centrinho.

As charmosas ruas do Brooklyn
Foto: Camila Castanheira

Times Square, Quinta Avenida e Rockefeller Center

As maioria das grandes atrações que citei acima estão nestes lugares, então automaticamente você passará por um deles. Sugiro visitar a Times Square durante o dia e durante à noite também, quando os enormes telões ganham literalmente vida.

Andando pela Quinta Avenida e arredores, entre nas lojas chiquérrimas, nem que seja para olhar, e se dê de presente um almoço em algum estrelado restaurante da região. Quando chegar ao Rockefeller Center (conjunto de prédios mais famosos de Nova York), separe um lugar em meio da multidão, sente e observe o movimento dos turistas e trabalhadores locais, é um dos pontos mais mistos e ativos da cidade. É aqui que todo mundo está!

Rockefeller Center – a gente se sente realmente em Nova York
Foto: Camila Castanheira

Consegui fazer todos estes passeios em um roteiro de cinco dias inteiros pela Big Apple. Para chegar nos lugares andei muito (melhor forma) e também utilizei bastante o metrô, Uber e o táxi, cujos preços achei bem acessíveis.

A última e preciosa dica é: esteja aberto ao clima intenso e brilhante da cidade. Nova York é uma cidade única, vibrante e muito interativa. Aqui é possível encontrar de tudo e para todos os gostos. Então, abra seu coração e olhe para esta metrópole de todas as formas possíveis que se permitir.

Quero voltar logo, há muito ainda o que desvendar nesta cidade indescritivelmente GRANDE!

Leia mais sobre Nova York

Experiências gastronômicas em Nova York

9 museus de arte imperdíveis em Nova York

Deixe seu comentário